Chegar a mais almas –» Facebook

Caros amigos,

Com o intuito de chegarmos todos os dias a cada vez mais almas, passamos a estar todos os dias aqui:

https://www.facebook.com/pages/Dream-World-Events/306656936053844

Por isso, toca a entrar na nossa página do Facebook, clicar “Gosto” e partilhar com os seus amigos!

Anúncios

Anointed – Gospel/RnB/Soul

Os Anointed são um grupo cristão originado na cidade de Columbus (Ohio) nos EUA. São conhecidos pelos seus fortes efeitos vocais e harmonia (a voz feminina lembra a mítica cantora Gospel Whitney Houston). O grupo já foi quarteto, trio e actualmente é uma dupla formada pelos irmãos Steve Crawford e Da´dra Crawford Greathouse. Os Anointed mesclam vários estilos musicais, mas  destacam-se o Pop, Funk, R&B e baladas ao piano, assim como canções ao estilo romântico. O grupo tem grande destaque na sociedade norte-americana, tendo sido vencedor de 7 Dove Awards (prémios de música Gospel), 2 Stellar Awards e 3 Grammys. Também se faz presente em variadas compilações de hits cristãos de sucesso como “Wow Hits 90s”, “Real Life Music” e “Hits 1996”.

Hoje, Steve e Da´dra fazem parte de um ministério de louvor em Houston, Texas. Após muitos anos sem lançarem nenhum material novo, o grupo começou a escrever novas canções para um novo álbum em 2010. Tal álbum vem sendo preparado com afinco e tem data de lançamento prevista para este ano.

Jogo sobre a vida de Jesus Cristo é lançado no Facebook

Journey of Jesus: The Calling [Jornada de Jesus: O Chamando] é o primeiro jogo baseado na vida de Jesus feito para ser jogado em redes sociais. Lançado esta semana pela empresa Lightside Games, que já havia feito sucesso com “Journey of Moses” (A Jornada de Moisés).

“Em Journey of Jesus: The Calling, os jogadores revivem os passos do Messias, em uma autêntica experiência de Israel no tempo de Cristo”.

Os jogos sociais online atraem atualmente 300 milhões de jogadores em todo o mundo. Journey of Jesus apresenta gráficos de alta qualidade, música animada e as últimas tendências de jogos sociais. Os interessados podem procurar pelo título no Facebook e baixar o aplicativo ainda hoje. O jogo é gratuito e os jogadores podem escolher caminhos diferentes, explorar os espaços intrincados do jogo, procurar objectos e artefactos bíblicos, superar obstáculos, e visualizar melhor aspectos da política, da paisagem, da história e da vida diária da época (Séc. I).

Os líderes cristãos elogiam a iniciativa. Darrell Bock, professor de Novo Testamento do Seminário Teológico de Dallas, afirmou: “Por que um teólogo deve endossar um jogo de rede social? Porque 300 milhões de pessoas que ligam toda semana seus computadores para usar os jogos sociais e porque Journey of Jesus: The Calling leva os jogadores mais perto da vida de Cristo de uma forma divertida, reflexiva e divertida”.

O conhecido pastor e escritor Jack Hayford explica: “Eu não teria pensado que um jogo poderia nos lembrar que Jesus andou nesta terra, envolveu-se com pessoas reais e viveu uma vida diária cheia de dramas. Journey of Jesus: The Calling é maravilhoso porque é mais do que um jogo”.

A demanda por jogos sociais com temas bíblicos tornou-se evidente quando Journey of Moses foi lançado no verão passado. Em poucos dias atraiu mais de 2 milhões de jogadores em todo o mundo.

Journey of Jesus: The Calling pode ser um primeiro convite para ter conversas sobre fé com seus amigos não cristãos.

Conheça o jogo “Jornada de Jesus” aqui.

Testemunho de um jovem ex-ateu

Por Jonathan Walter

Com 2 anos e meio de idade contraí uma doença chamada meningite tipo C. Eu poderia ficar paraplégico e talvez morrer, havendo uma pequena possibilidade de sobreviver sem sequelas. Minha mãe não queria me ver vivendo com problemas de saúde e enquanto estávamos no hospital ela teve o seguinte sonho/visão olhando para Jesus ela me entregava, pedindo que Ele me levasse, para que eu não precisasse sofrer mais. No mesmo instante, Jesus me empurrou de volta para ela, como quem dizia “agora não é a hora”, e pouco tempo depois o médico ligou para o quarto dizendo à minha mãe que a meningite havia estacionado e que eu iria sobreviver sem sequela alguma.

Cresci ouvindo essa história e nunca questionara a existência de Deus até então. Quando passei para o ensino médio conheci um garoto que se dizia ateu, e que veio a se tornar meu amigo também. Aos poucos, os questionamentos começaram a surgir, e através de textos e vídeous ateístas, acabei decidindo por abandonar minha crença em Cristo ou qualquer coisa que fosse relacionada a Ele, bem como a Igreja e a Bíblia, apesar de que nunca havia lido-a anteriormente.

Em meados de 2008 (cerca de 1 ano após eu ter abandonado minha fé), um garoto da minha classe se converteu e começou a frequentar a Primeira Igreja Batista de Curitiba. Ele começou então a realizar uma espécie de “intervalo vida”, que acontecia uma vez por semana. Todos os meus amigos estavam participando, e como eu gostava de conversar sobre assuntos relacionados a Deus, principalmente para argumentar contra eles, decidi participar também. Eu respeitava a visão e a opinião transmitida pelos “líderes” do grupo, mas não tinha a intenção de seguir os mesmos princípios e pensar da mesma maneira, pois continuava acreditando que a igreja só servia para alienar as pessoas e que era tudo uma grande mentira/conspiração.

Foi então que em 2009 minha mente começou a mudar, e parei para refletir: “O que eu ganho não acreditando em Deus?”. Na realidade, eu queria muito acreditar, mas não conseguia, pois era muito difícil crer em um Deus que eu não podia tocar, ouvir ou sentir. Então começei uma oração dizendo: “Deus, eu não acredito em você ainda, mas eu quero muito acreditar, apenas não consigo, então faça alguma coisa”.

A partir desse ponto, e aos poucos, Ele foi realmente me mostrando que estava ali me ouvindo, e assim minha fé em Deus começou a ressurgir das cinzas. Nesse tempo o garoto que liderava o grupo se tornou meu amigo e começou a me convidar para ir à igreja dele, mas relutei por várias semanas. Em maio de 2009 decidi dar uma chance à igreja novamente, e naquele dia lembro que me surpreendi totalmente. Nunca esquecerei a cena, onde eu, ajoelhado, aceitei a Jesus Cristo como meu único e suficiente Salvador.

Convencido, mas ainda não convertido, só decidi dedicar minha vida verdadeiramente para Cristo no retiro de jovens daquela igreja que aconteceu 2 meses depois. Eu fazia parte de uma banda e o meu primeiro passo de obediência a Deus foi decidir trocar todas as letras que eu compunha por letras cristãs, falando sobre aquilo que eu estava vivendo no começo de minha caminhada cristã. Meu colégio promovia anualmente um festival de bandas, no qual minha banda antiga sempre acabava perto das últimas colocações. Não vejo isso como uma troca, mas Deus me deu um presente incrível, após trocar as letras, naquele mesmo ano, nossa banda recebeu o prêmio de melhor banda alcançando o primeiro lugar.

Hoje, ainda sendo transformado, estou na faculdade e faço parte do ministério OQC? (O que é cristianismo?). O grupo tem como objetivo alcançar cristãos e não-cristãos sempre pregando a Palavra de Deus de forma clara e sem levar embutido nenhuma “placa de igreja”. Nos reunimos duas vezes por semana, com uma média de 30 a 50 pessoas de várias denominações. Agradeço a Deus por este ministério, pois tem me ajudado muito a crescer em várias áreas de minha vida, pregando e ouvindo a Palavra de Deus. Além disso, também faço parte do ministério de louvor dos Jovens e Adolescentes da PIB de Curitiba, e sempre que possível, participo das viagens missionárias também, pois gosto muito. Sei que não preciso fazer nada para conquistar o amor de Deus, mas por Ele me amar tanto, não consigo fazer outra coisa senão me dedicar ao máximo por Ele.

Liberdade para Youcef Nadarkhani!

O pastor Youcef Nadarkhani, de 34 anos, tornou-se um exemplo notável da perseguição religiosa no mundo, após ser preso em 2009 por protestar contra a obrigatoriedade do ensino do islamismo na escola dos seus filhos, sendo acusado de apostasia. Sobre sua actual condição, Youcef emitiu uma carta ao grupo de ajuda aos perseguidos, o “Ministério Verdade Presente”.

O seu destino agravou-se quando o Centro Americano de Lei e Justiça recebeu uma notificação de uma ordem de execução do tribunal iraniano. Mais recentemente, o advogado que esteve disposto a representar Youcef foi condenado a nove anos de prisão por “agir contra a segurança nacional”.

O caso de Youcef tem ganho atenção internacional sobre a violação de direitos humanos e da liberdade religiosa por parte do Irão, onde países importantes emitiram declarações condenando as acções do país. Os filhos do pastor, Daniel e Yoel (na foto), juntamente com sua esposa, Fatema Pasindedih, aguardam a sua liberação.

Leia em baixo a carta de Youcef, emitida ao Ministério Verdade Presente:

Saudações do vosso servo e irmão em Cristo, Youcef Nadarkhani.

Para: Todos aqueles que estão envolvidos e preocupados com minha situação actual.

Primeiro, eu gostaria de informar a todos os meus amados irmãos e irmãs que estou em perfeita saúde na carne e no espírito. E eu tento ter uma abordagem um pouco diferente dos outros durante estes dias e considerá-lo como o dia do exame e julgamento de minha fé. E durante estes dias que são difíceis para provar lealdade e sinceridade a Deus, eu estou a tentar fazer o melhor ao meu alcance para ficar bem com o que eu aprendi com os mandamentos de Deus.

Eu preciso lembrar aos meus amados, apesar do meu julgamento já fazer algum tempo, e como na carne eu desejo que esses dias terminem, ainda tenho me render à vontade de Deus.

Eu não sou nem uma pessoa política nem sei sobre a cumplicidade política, mas sei que enquanto há muitas coisas em comum entre as diferentes culturas, há também diferenças entre essas culturas ao redor do mundo que pode resultar em críticas, que na maioria das vezes a resposta a esta crítica vai ser dura e, como resultado, aumentar nossos problemas.

De vez em quando sou informado sobre as notícias que se estão a espalhar nos média sobre a minha situação actual, por exemplo, sendo apoiado por várias igrejas e políticos famosos que pediram a minha libertação, ou campanhas e actividades de direitos humanos que estão acontecendo contra as acusações que estão sendo aplicadas a mim. Eu acredito que este tipos de atividades podem ser muito úteis, a fim de alcançar a liberdade, e respeitando os direitos humanos de forma correcta pode trazer resultados positivos.

Eu quero agradecer a todos aqueles estão tentando atingir esse objectivo. Mas, por outro lado, eu gostaria de anunciar a minha discordância com as actividades insultantes que causam stress e problemas que, infelizmente, é feito com a justificação (desculpa) de defesa dos direitos humanos e da liberdade, pois os resultados são tão claros e óbvios para mim.

Eu tento ser humilde e obediente àqueles que estão no poder, a obediência à autoridade que Deus concedeu aos funcionários do meu país, e orar por eles para governar o país segundo a vontade de Deus e serem bem sucedidos em fazer isso . Porque eu sei, que desta forma, eu obedeci a palavra de Deus. Eu tento obedecer, juntamente com aqueles que eu vejo numa situação igual à minha. Eles nunca fizeram qualquer queixa, apenas deixaram que o poder de Deus se manifeste nas suas vidas, e embora às vezes lemos que eles têm usado esse direito de se defender, pois eles tinham esse direito, eu não sou uma exceção e usei todas as possibilidades e assim por diante e estou esperando o resultado final.

Então peço a todos os amados que orem por mim como a santa palavra disse. No final eu espero que a minha liberdade vai ser preparada o mais rápido possível, pois as autoridades do meu país vão fazer com o livre arbítrio de acordo com a lei e os mandamentos que são responsáveis para isso.

A graça de Deus e misericórdia sejam sobre vocês agora e para sempre. Amém.

Youcef Nadarkhani

Aaron Roderick Gillespie [EUA]

Aaron Roderick Gillespie de 28 anos é um músico americano, mais conhecido por ser ex-baterista e ex-vocalista melódico da banda de metalcore Underoath, e actual vocalista e guitarrista da banda de rock The Almost. Por volta dos 14 anos Aaron começou a tocar bateria na igreja onde buscava inspiração espiritual, mas disseram-lhe que, para além de não tocar bem (para os padrões de música Gospel), tocava com um volume muito alto. Aaron é cego do seu olho esquerdo, e daltônico do seu olho direito. No entanto, isso não o fez vitimizar-se, entregar-se a vícios, ou desistir da vida, antes pelo contrário, Deus deu-lhe inúmeros dons relacionados com a música. Aaron é um músico multifacetado, com a capacidade para compor músicas, cantar, tocar guitarra acústica e eléctrica, baixo e bateria. O seu mais recente álbum a solo “Anthem Song” é a prova do imenso talento de Aaron. Além de músico, ele ainda possui uma linha de roupa –  a Pig Clothcom a sua esposa Jamie.

Selo do Séc. I encontrado no Templo em Jerusalém

Os arqueólogos descobriram recentemente um carimbo (selo) de argila de 2.000 anos de antiguidade em Jerusalém. Foi a Autoridade de Antiguidades Arqueológicas de Israel a instituição que encontrou este raro carimbo, do tamanho de uma moeda.

O carimbo apresenta duas inscrições, ambas em aramaico (língua falada no tempo de Jesus Cristo), nas quais se lê as palavras “santo” ( ou “puro”) e “Deus”. Por tanto, a tradução da inscrição seria “Santo para Deus” (puro para Deus, ou separado para Deus, no seu sentido literal).

O arqueólogo Ronny Reich da Universidade de Haifa, crê que o carimbo (selo) pertence do século 1 aC ao 70 dC . O cientista da Universidade Hebraica explica que corresponde com o período durante o qual as forças romanas sufocaram uma revolta judaica e destruiram o templo de Jerusalém.

Esta descoberta proporciona a evidência arqueológica directa da actividade ritual no templo tal e como se descreve nos textos bíblicos do Antigo Testamento cristão. 

A princípio, tudo indica que o selo está ligado aos rituais religiosos no Templo, pelo facto de ter sido encontrado debaixo do chamado “Arco de Robinson”, muito próximo do Monte do Templo.

Os arqueólogos acreditam que o uso do carimbo seria para marcar os objectos que haviam sido aprovados para o seu uso ritual, como por exemplo o azeite, ou um animal para o sacrifício.

Os elementos utilizados para o serviço religioso no Templo deveriam cumprir com as restrictas directrizes que se encontravam no texto legal judaico, a Mishna, onde menciona o uso de carimbos (selos).

O lugar onde foi encontrado o carimbo (selo) está situado próximo da parte antiga de Jerusalém, perto de uma outra escavação mais ampla que se realiza na zona conhecida como a Cidade de David, no interior do bairro vizinho palestiniano de Silwan.