Repressão no Bangladesh

 

O território do Bangladesh localiza-se a leste da Índia e ocupa as planícies cortadas pelos rios Ganges e Brahmaputra. Cerca de 85% da população (de 160 milhões) professa o Islão e a maioria dos muçulmanos é sunita. Entre os primeiros cristãos que chegaram a Bangladesh, no século XVI, figuravam missionários católicos. Entretanto, foi o ministério do missionário protestante William Carey, iniciado em 1795, que impactou profundamente o país.

Os cristãos enfrentam oposição dos seus familiares e da comunidade. A polícia discrimina os cristãos e os pastores são vítimas de ameaças e violência. A influência dos clérigos muçulmanos é forte em muitas dessas comunidades. Os novos convertidos tornam-se, assim, vítimas da perseguição e são socialmente marginalizados. Em muitos casos são agredidos, proibidos de ter acesso aos poços artesianos das vilas e coagidos a renunciar à sua fé.

Embora o Estado apoie publicamente e formalmente a liberdade de religião, os ataques a minorias religiosas e étnicas continuam a ser um grave problema neste país onde 46% das crianças estão subnutridas.


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s